quinta-feira, 16 de agosto de 2012

A MULHER SAMARITANA E O ENCONTRO COM DEUS


INTRODUÇÃO: Uma das histórias mais modernas e com um conteúdo psico-social detalhadíssimo, através desta historia podemos ver nossas próprias vidas e ver a grande importância de um Encontro com Deus.

I – NECESSIDADE DO ENCONTRO COM DEUS
1.    As feridas emocionais com os judeus – a mulher samaritana carregava em seu coração um ressentimento histórico que a afastava do povo judeu, observem que esta ferida lhe foi legada pelo seus pais sem nenhuma experiência pessoal. Esta ferida impedia que a mulher visse que quem estava falando com ela, era sua salvação! 

Quantas vezes carregamos feridas, ressentimentos de coisas que tem nada haver com nossa historia pessoal, mas que nos impedem de ver as oportunidades da vida. Estas feridas bloqueiam a prosperidade de pessoas, famílias, lançando muitos na mediocridade de vida.

2.    As separações conjugais que a envergonhavam – Além das feridas emocionais históricas, esta mulher carregava o peso de repetidas frustrações conjugais que a tornavam envergonhada e deprimida. Evitava relacionamentos, indo buscar água em horários inadequados. Era uma parte da sua historia pessoal que ela preferia evitar.
Quantas coisas de nossa historia oculta, preferimos esconder. Evitamos relacionamentos porque queremos evitar a nós mesmos e nossos fracassos.

3.    As dúvidas espirituais sobre adoração – uma pergunta feita por esta mulher revela algo profundo na necessidade de Deus, ela queria saber onde adorar a Deus! Estava presa a tradições religiosas e geográficas e por isso sua adoração estava limitada, prejudicada.

Quantos ainda não adoram a Deus de verdade porque estão presos por muitas formas religiosas que não agradam a Deus, e o encontro com Deus nos livra destas formas.

4.    O entendimento espiritual limitado – Esta mulher também estava com o entendimento embotado, não conseguindo compreender nada do que Jesus lhe falava de espiritual. O encontro desataria este entendimento.

II – O ENCONTRO COM DEUS
1.                Graça maravilhosa – Jesus se aproxima pedindo água.
A primeira coisa que acontece no encontro propriamente dito, é Jesus pedindo água. Isto fala da forma amorosa e graciosa de Deus em aproximar o homem dELE. Deus não quer gritar, sacudir o homem, mas convencê-lo, atraí-lo, cativá-lo.

2.    Confronto Profético – as feridas conjugais são confrontadas
Dentro do encontro com Deus existem confrontos espirituais. Nossas defesas que mantém guardadas nossas vergonhas e derrotas serão abaladas e destruídas para que a cura seja profunda. A cura de muitas feridas emocionais requerem que se fale, desabafe, confesse o que está em oculto.

3.    Revelação de Deus – Jesus revela-se, “sou eu que falo contigo”.
O encontro com Deus traz revelação de Deus, Deus vai se manifestar a você e te dizer, “Sou eu que falo contigo”. Sua vida não será mais a mesma, você será transformado pelo poder da Vida de Deus!

III – FRUTOS DO ENCONTRO COM DEUS
1.    Deixou o cântaro vazio (4.28) – aquilo que fazia de tua vida uma constante busca repetidamente em vão agora será abandonado, porque Deus será a tua fonte. Deus vai saciar a tua sede de Deus!

2.    Venceu as feridas emocionais e enfrentou a cidade – uma mulher que evitava a si mesma, por vergonha e derrota, agora enfrenta uma cidade inteira para falar das maravilhas do que Deus havia feito em sua vida!

3.    Tornou-se líder de multidão – observe que coisa tremenda, uma mulher que era seguida pelas derrotas e colecionando frustrações, agora se faz ser seguida por uma multidão de pessoas que desejam conhecer a Jesus! Quem disse que você não pode ser líder de multidão...

CONCLUSÃO: Hoje é o dia em que Deus vai abrir os porões de sua historia e transformar toda derrota em vitoria.


A MÚSICA QUE EDIFICA

Pesquisar este blog