quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Ser feliz ou ter razão?



Oito da noite, numa avenida movimentada. O casal já está atrasado
para jantar na casa de uns amigos. O endereço é novo e ela consultou no mapa antes de sair. Ele conduz o carro. Ela orienta e pede para que vire, na próxima rua, à esquerda. 
Ele tem certeza de que é à direita. Discutem.
Percebendo que além de atrasados, poderiam ficar mal-humorados, ela deixa que ele decida. Ele vira à direita e percebe, então, que estava errado.
Embora com dificuldade, admite que insistiu no caminho errado,
enquanto faz o retorno. Ela sorri e diz que não há nenhum problema se chegarem alguns minutos atrasados. 
Mas ele ainda quer saber: 
- Se tinhas tanta certeza de que eu estava indo pelo caminho errado, devias ter insistido um pouco mais... E ela diz: 
- Entre ter razão e ser feliz, prefiro ser feliz.
Estávamos à beira de uma discussão, se eu insistisse mais, teríamos
estragado a noite!

 
MORAL DA HISTÓRIA

Esta pequena história foi contada por uma empresária, durante uma palestra sobre simplicidade no mundo do trabalho. 

Ela usou a cena para ilustrar quanta energia nós gastamos apenas para demonstrar que temos razão, independentemente, de tê-la ou não. Desde que ouvi esta história,tenho me perguntado com mais freqüência: 'Quero ser feliz ou ter razão?

Outro pensamento parecido, diz o seguinte:

"Nunca se justifique; os amigos não precisam e os inimigos não  acreditam".
   

 Eu já decidi... EU QUERO SER FELIZ e você?

DIGA NÃO AO HALLOWEEN

HALLOWEEN

Bruxaria: uma mentira que escraviza x Jesus a verdade que liberta


Como combater uma estratégia de Satanás que vem ganhando espaço nas escolas, clubes, festas de aniversário, etc. Infelizmente muitas crianças de larescristãos tem se fantasiado e participado destas "festinhas" com o patrocínio deseus próprios pais, com fantasias e tudo o que tem direito. Com uma velhajustificativa do "não tem nada a haver", participam seus filhos de celebrações que vão muito além de fantasias e doces, há uma realidade espiritual por trás de tudo isso, que de inocente não tem nada.

Só podemos combater a mentira e o engano do diabo com a verdade da Palavra de Deus, não há outro caminho. Por isso não adianta dizer para uma criança que assistir a tal filme ou desenho, ir a tal festa é pecado, ou Jesus fica triste.


A criança precisa entender o porquê de tudo, precisamos explicar e orientar a luz da Palavra de Deus.
Segue abaixo alguns passos para orientar a criança sobre o Halloween: 


1º) Conte sobre a origem do halloween, como surgiu esta festividade, e o que a Bíblia fala sobre bruxaria. Você pode usar o meu livro infantil ou o material da Apec que fala sobre o halloween.


2º) Estude com a criança o texto de Efésios 6 sobre a armadura de Deus. Você pode fazer o boneco de EVA para estudar cada parte da armadura (você também pode adquirir este material no site (http://ministerioinfantil.lojapronta.net).
Ensine à criança a importância de estarmos vestidos da armadura de Deus, uma espada do Espírito é a Palavra de Deus, quando temos esta palavra em nosso coração e em nossa mente, não nos deixamos levar pelas mentiras do Diabo. 


As crianças estão sendo bombardeadas com este assunto sobre bruxas, fadas, gnomos, magos, feiticeiros,.. Muito mais do que possamos imaginar, elas ouvem sobre isso o tempo todo, na literatura, nos desenhos, nas escolas, no cinema, nas brincadeiras, nos jogos, em todo o lugar, e o que estamos fazendo em oposição a esta enxurrada de informações satânicas?
Deus nos abençoe!
Claudia Guimarães


Fonte: http://portalsementinhakids.com

CRÉDITOS: http://crisghensevavellar.blogspot.com/


A MÚSICA QUE EDIFICA

Pesquisar este blog