domingo, 16 de janeiro de 2011

Romanos 8:4, começando com o final de vs. 3


“E assim condenou o pecado na carne, a fim de que as justas exigências da Lei fossem plenamente satisfeitas em nós, que não vivemos segundo a carne,  mas segundo o Espírito.”
Senhor, me parece que uma grande injustiça foi feita quando O Justo foi
condenado por meu pecado. Ele foi O Inocente! Que grande sacríficio foi
feito por mim, inimigo dEle, para satisfazer a santidade e justiça do
Senhor. Que grande amor foi manifesto desde a eternidade, quando nos Teus
planos a justiça de Jesus Cristo foi imputada a mim, e a minha injustiça
foi apagada por Ele na Cruz. Desde o dia em que eu cri em Jesus, eu tenho
em mim a Pessoa e o poder para vencer o pecado, reconhecendo em todo
momento meu privilégio de andar no Espírito.
Ajude-me, Senhor, a identificar em mim a tendência que ainda tenho de
satisfazer os desejos da minha carne. Coloque em mim um apetite, uma fome,
pelas coisas de valor eterno, pela santidade, pela Palavra, pela oração,
pela comunhão com irmãos em Cristo. Assim me fortifique para cada dia mais
viver a realidade da minha libertação em Cristo. Libertação do EU!

A MÚSICA QUE EDIFICA

Pesquisar este blog