segunda-feira, 21 de novembro de 2011

QUAL SEU PECADO DE ESTIMAÇÃO???


Pecado de Estimação... entre muitos estão o vicio da língua, do cigarro, da bebida, prostituição, mentira... etc.,  muitos arrumam aquelas desculpas que ninguém mais acredita, nem eles mesmos.... 

  •  eu só te contei para ajudar ele (cai fora isso é fofoca mesmo)... 
  • nossa tava mexendo no carro e fiquei cheirando álcool (me poupe sinta seu bafão)... 
  • aquela minha amiga fuma como uma chaminé fiquei cheirando cigarro (de quem esta querendo esconder o cheiro do nicotina queimada que ta saindo de sua boca)...
  Como identificar um pecado de estimação?
 1. QUANDO ELE JÁ NÃO NOS ENTRISTECE MAIS (Sl 38.18).
 “Confesso a minha iniquidade; suporto tristeza por causa do meu pecado.” Quando o pecado já não nos causa tristeza ele se torna muito perigoso. Pode ser um pecado de estimação.
 2. QUANDO ELE JÁ NÃO NOS INCOMODA MAIS (Pv 14.9).
 “Os loucos zombam do pecado...’ Quando já não somos incomodados pelo pecado, não ficamos angustiados e tristes, pode ser um pecado de estimação.
3. QUANDO NÃO O ABANDONAMOS (Sl 32.3-5).
 “Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos meus constantes gemidos todo o dia. Porque a tua mão pesava dia e noite sobre mim, e o meu vigor se tornou em sequidão de estio. Confessei-te o meu pecado e a minha iniquidade não mais ocultei. Disse: confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu perdoaste a iniquidade do meu pecado.”
 O que acontece é que nós os acariciamos e com isto eles são nutridos por nós e crescem juntamente conosco, comendo como se fossem da nossa própria carne, bebendo do nosso próprio copo. Esses pecados nos dominam ao invés de serem por nós dominados. Procuramos agradar nossa carne e não a Deus, ou seja, Deus precisa esperar enquanto o pecado é servido em primeiro lugar.
 O arrependimento nos leva ao perdão dos pecados. O que é arrependimento:
 - Primeiro: É sentir tristeza pelo pecado.
 - Segundo: Confessar o pecado.
 - Terceiro: Abandonar o pecado.
 E o vício vem como um olhar de Dalila, conquistador, meigo, que ninguém suspeitaria mal....

A MÚSICA QUE EDIFICA

Pesquisar este blog