quinta-feira, 26 de agosto de 2010

UM HOMEM CHAMADO JABES...



1Cr 4:9-10

9 Houve um homem chamado Jabez, que foi a pessoa mais respeitada da sua família. A sua mãe pôs nele o nome de Jabez porque ela havia sofrido muito durante o parto.
10 Mas Jabez orou assim ao Deus de Israel: Ó Deus, abençoa-me e dá-me muitas terras. Fica comigo e livra-me de qualquer coisa que possa me causar dor.  E Deus atendeu a sua oração.

Havia alguma coisa especial neste homem que foi capaz de levar o historiador a fazer uma pausa, limpar a garganta e mudar a forma.
Parece que ele está dizendo: “Ei, espere um pouco. Você precisa saber algumas coisas sobre este cara chamado Jabes. Ele está muito acima do resto!”.
Jabez nasceu predestinado ao fracasso, em uma época em que o nome tinha grande importância e servia como uma profecia sobre o que viria ser aquela pessoa, podemos dizer que Jabez nasceu com um dos piores nomes. O nome Jabez, numa tradução mais exata significa "Aquele que causa dores".
Não sabemos por que a mãe de Jabez assim o chamou, só sabemos que as dores dessa gestação fizeram que ela o escolhesse. Não se sabe ao certo que tipos de dores foram essas, se foram dores de parto, se foram as dores de gestar um filho sem ter condições para isso, ou se por ter ficado grávida, a mãe de Jabez teve que enfrentar grandes dificuldades. A Bíblia não nos explica isso, tudo que sabemos é que Jabez seria seu nome, mas não o seu destino.
Imagine que seu nome fosse: "Viverei infeliz". Como você encararia a vida tendo um nome desses? O que você acharia que o futuro lhe reservava? A vida de Jabez muito provavelmente foi assim, mas ele tomou uma atitude, naquela oração, em cada palavra proferida, Jabez estava dizendo: Senhor, que meu nome não represente minha vida e meu futuro.
“... Foi Jabez mais ilustre que seus irmãos” (I Cr 4.9).
Jabez foi um homem ilustre, porque mesmo marcado pela dor, lutou diante de Deus em oração para que a dor não o acompanhasse durante sua existência, não se deixou dominar por ela, não deixou que a dor o impedisse de conseguir ver seus sonhos realizados. Jabez foi um homem ilustre, porque mesmo marcado pela dor, quis conquistas para sua vida. Ele foi ilustre porque sabia que somente Deus pode conceder que, na terra, alguém conquiste alguma coisa sem aflições, que alargue suas fronteiras sem guerra, que viva no meio de tanta maldade, livre do mal.

NA SUA ORAÇÃO, JABEZ FEZ TRÊZ PEDIDOS:
1. QUE ME ALARGUES AS FRONTEIRAS, OU AMPLIES MEU TERRITÓRIO
Jabez demonstrou que não está disposto a ficar preso à preconceitos, medos, amarras, limites; ele confiou que, com a bênção de Deus, poderia avançar, sair do seu “mundinho” para ser um desbravador, conquistador, empreendedor, e ir além das fronteiras do seu país, conquistar o mundo!
Jabez foi sábio. Ele não se aventurou a nem se arriscou a tentar dar a grande virada da sua vida sozinho… Ele se lembrou do Deus de Israel, e não hesitou em buscar em Deus, de coração a bênção para a sua vida! (Jer 29;13 buscar-me-eis e me achareis, quando…)

2. QUE SEJA COMIGO A TUA MÃO
Um hino dos antigos hinários evangélicos diz assim: se as águas do mar da vida, quiseres ti afogar, segura nas mãos de Deus e vá…
Jabez buscou a proteção divina para o seu caminhar. A poderosa “Mão de Deus” traz unção, abrigo, proteção, e abre portas… (Esdras 8;22 a boa mão de Deus é sobre todos os que o buscam…, más sua força e sua ira, é sobre todos os que o deixam…)

3. QUE ME LIVRES DO MAL
Não é sábio subestimar os perigos que existem ao redor…, não subestime o inimigo, brincando de ser crente, pois o inimigo não brinca de ser diabo) Ore pedindo livramento de Deus.
O mal existe! O Tentador existe, e vive ao nosso derredor, rugindo como Leão, querendo nos tragar!
E há também infelizmente ate mesmo dentro da igreja, lobos vestidos de ovelhas, desejando o teu mal, infelizmente!
Ao reconhecer o perigo ao redor devemos reconhecer ainda mais o quanto dependemos de Deus para nos proteger e nos guardar.

CONCLUSÃO
Deus concedeu a Jabez  tudo o que ele pediu em oração!
Ele tornou-se PRÍNCIPE entre os seus irmãos (v.38)
Jabez  foi um homem prospero e feliz!
Jabez deu um basta ao sofrimento ! Mandou fora o mal, deu um chute na derrota e não conheceu fracasso! Através da sua fé em Deus, e, a partir de uma oração, Jabez deu uma virada radical na sua vida!

E NOS DEIXOU UMA GRANDE LIÇÃO:
1. Que não devemos aceitar e nos conformar a situações de sofrimento, dor e miséria. Podemos e devemos mudar a nossa sorte, através da fé em Deus, e por meio da oração; ATRAVÉS DE UMA ENTREGA TOTAL, sl 37;5
2. Que devemos reconhecer que necessitamos da bênção de Deus para a nossa vida, e nos dirigir diretamente a Ele, suplicando: “Deus me abençoes”!
3. Que devemos lançar fora todo medo e “amarras”, ter espírito de luta e de conquista, e estar dispostos a ir além, ultrapassar barreiras, romper fronteiras… Podemos e devemos pedir isto a Deus!
4. Que não podemos nos aventurar a dar nenhum só passo sem a direção de Deus. Devemos orar diariamente: “Que seja comigo a Tua mão”!
5. E que devemos ser cautelosos, prudentes, vigilantes, para não cairmos nas astutas ciladas de Satanás. Devemos orar sempre “Que me livres do mal”!
Você pode hoje dar uma virada radical na sua vida também! Faça como Jabez, reconheça hoje a sua necessidade, invoque o “Deus de Israel”, e faça o seu pedido em oração, de forma simples, objetiva, direta. Assim como em poucas palavras, Deus ouviu e atendeu a JABES, Ele também atenderá ao clamor do seu coração.

Retirado de  várias trechos  virtuais sobre a vida de Jabez.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

A MÚSICA QUE EDIFICA

Pesquisar este blog