terça-feira, 30 de agosto de 2011


Esta semana eu estou me sentindo como se estivesse carregando muitas bagagens, não só as minhas bagagens, mas de um milhão de pessoas, começou no domingo,  uma tempestade começou a desabar. Mas hoje eu pedi perdão ao Senhor, porque deixei minha fé enfraquecer por alguns instantes, e com isso abri uma brecha, e repeti uma simples atitude que eu cometia somente num passado distante e  sem Jesus, e isso não pode nem deve mais fazer parte de minha vida. E tudo isso porque eu esqueci por um segundo que sou fraca e não posso  carregar meu fardo sozinha... Mas o Senhor é maravilhoso,  Ele usou um blog de uma amiga para falar comigo, quero que leiam essas palavras maravilhosas que vieram  me confortar e  neste momento entrego minhas malas, meus anseios, problemas ao altar do Senhor... Louvado o Senhor por usar vidas distantes para nos ajudar. 
Leiam...

Mulher Estás Livre - Parte 2


Quando Jesus disse “ Mulher estás livre”, ele não a chamou pelo nome, mas dirigiu-se a sua feminilidade. Ele dirigiu-se à sua condição de mulher. A sua natureza distinta, entrelaçada pelas emoções, voltada para os relacionamentos. Ele voltou-se para a natureza feminina porque ele sabe o quanto somos sucessivas  a carregar bagagens.
Eu não sei você, mas eu não sei viajar com pouca bagagem, costumo levar coisas que nem chego a usar. O que poderia ser uma pequena valise se torna uma imensa mala, pois sempre acho que ‘preciso’ carregar mais alguma coisa. Não é assim? Você também não se acha levando mais bagagem do que o necessário? O que era para ser uma bolsa de mão se tornou uma bagagem quase impossível de carregar. Não queremos deixar nada para trás, levamos além do necessário, insistimos em carregar os traumas do passado,  as emoções negativas,  e as não vivenciadas de uma forma saudável. Você não precisa carregar toda essa carga. A bagagem da culpa, do ressentimento, da ansiedade. Todas elas são muito pesadas para você. “Arrie a carga”. É o que Jesus está dizendo para você.
“Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu julgo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e acharei descanso para vossa alma.” ( Mt 11.28-29)      
‘E vos aliviarei’. Não é isso que todas nós queremos? Aliviar a carga que está sobre os nossos ombros? E é isto que Jesus nos oferece. Ele nos convida a tirarmos  o peso dos nossos ombros e colocarmos aos pés da cruz.
‘Descanso para a vossa alma’. Não é este o nosso anseio? Descansar a nossa alma?  E é isto que Jesus nos oferece. Ele nos guia para as águas de descanso e refrigera a nossa alma.
Como disse Max Lucado, “ Viajar sem bagagem significa confiar em Deus as cargas para as quais você não foi destinado”.
Você não foi criada para carregar fardos. Ele quer tirar do seu ombro o a sobrecarga , que nos faz andar encurvadas, olhando para o chão, sem expectativas. Ele que aliviar o nosso sofrimento, a nossa dor, curar as feridas de um coração machucado pela injustiça, pela decepção e pelo abandono.


Adriana de Paula
http://mulheresemoracao.blogspot.com/2011/08/mulher-tu-estas-livre-parte-2.html

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Música Secular: Arte ou Ministração?



Há tempos vejo que alguns cristãos apreciam e investem em músicas e bandas seculares e pensando nesse público é que gostaria de tecer algumas considerações.

            Pois bem, todos sabem que a música é um dos mais poderosos instrumentos de entretenimento e um veículo utilizado para os mais diversos fins. Todos os que são cristãos devem saber ainda que Lúcifer era o responsável por toda a adoração e louvor no céu. Em Ezequiel diz:

“Estiveste no Éden, jardim de Deus; cobriste de toda pedra preciosa: A cornalina, o topázio, o ônix, a crisólita, o berilo, o jaspe, a safira, a granada, a esmeralda e o ouro. Em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados. Eu te coloquei com o querubim da guarda; estiveste sobre o monte santo de Deus; andaste no meio das pedras afogueadas. Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até o dia em que em ti se achou iniquidade. Pela abundância do teu comércio o teu coração se encheu de violência, e pecaste; pelo que te lancei, profanado, fora do monte de Deus, e o querubim da guarda te expulsou do meio das pedras afogueadas. Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei. [Capítulo 28:2.. 13-17]”

A Bíblia diz que quando ele andava saía som em meio as pedras afogueadas, os instrumentos foram preparados no dia em que Lúcifer foi criado, ou seja, além de Deus, não há ninguém que conheça melhor de música, notas, harmonias e instrumentos que o próprio Satanás.

            O fato é que desde que Lúcifer caiu e entrou em contato com a humanidade, ele vem influenciando a música. Basta um passeio pelos sons seculares e verificar o que realmente tem sido vendido: Forró fala de traição; músicas românticas tratam de amores impossíveis; o rock pesado traz claras apologias ao demônio; a música baiana faz alusões às vezes direta, às vezes subliminar ao candomblé; a  MPB carrega letras auto depressivas, sem falar é claro nos compositores seculares, homens e mulheres drogados, homossexuais, ateus, pervertidos, pornógrafos..., ou seja, toda a sorte de lixo moral. Na verdade, se estas pessoas ingerissem o que ouvem e o que fabricam, já teriam morrido de alguma intoxicação.

Nesta linha, alguns podem se justificar naquilo que não condenam dizendo: Mas, então, tudo é do diabo? As pinturas, as grandes obras de arte, os afrescos da capela Sistina, a Monalisa, as obras de arquitetura, os filmes, o cinema, o teatro... Vejam bem, acredito que a Bíblia foi muito sábia ao dizer que: “Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal. Eles não são do mundo, como também eu não sou. João17:15-16”. Existem estudos que comprovam a influência da música nas nossas vidas, elas transmitem raios alfa/beta, são utilizadas até em sessão de hipnose, nas ruínas de Stonehenge no Reino Unido, utilizava-se os sons e tambores nos rituais que ali ocorriam a fim de que o transe fosse prolongado, inclusive nos sacrifícios humanos. Não se iludam, nós somos resultados daquilo que comemos, vemos e ouvimos, porém, se eu posso optar em apreciar aquilo que me edifica, então é este caminho que devo seguir, até por uma questão de inteligência e não somente de espiritualidade.

            Aprecio a arte como um todo, gosto de bons livros seculares, de cinema, de teatros, museus, gosto de ver a criatividade humana em ação e o produto das inspirações dos homens, sem que obviamente deixe de ter um olhar crítico e apurado sobre algumas obras, porém, quanto as músicas seculares, permitam-me opinar, não as enquadro em nenhum padrão artístico, mas, tratam-se de verdadeiras ministrações, pois somente elas conseguem atingir todos os nossos sentidos, excluindo apenas o olfato e o paladar, você pode sentir, ver e ouvir as batidas de uma música, todo o teu corpo responde a reação de uma ministração musical.  A música consegue tocar a tua alma de uma forma instantânea, tal como nenhum outro canal consegue. A música é uma fôrma que forma, identifique uma tribo musical, e verás que os mesmos possuem estilo próprio, nas vestimentas, nos acessórios e nos mesmos gostos.

Percebo ainda que as músicas seculares tem formatado uma geração de pessoas amorfas em Deus, todos os cristãos que conheço e que sei que apreciam este tipo de música estão secos ou a caminho da sequidão espiritual, mostre-me um grande homem e uma grande mulher de Deus e eu te mostrarei a fonte que os alimenta.

            Amados, não vos enganeis, não há nada que se compare a uma legítima música/ministração cristã, independentemente dos ritmos, elas te carregam de paz, são instrumentos de Deus para falar aos seus filhos de uma forma surpreendente e rápida. É a oração em forma de canto que Habacuque nos ensina. E, lembrem-se, a Igreja ocupará o lugar que antes era ocupado por Lúcifer, ou seja, a Igreja irá adorar e louvar por toda a eternidade, então vamos treinando desde já com aquilo que os céus irão tocar eternamente.

            Um grande abraço, Lets
 Geração Asas em Chamas

Música secular, novela e filme: Pecado?




Recebo continuamente e-mails questionando-me:

É pecado ouvir músicas seculares e assistir novelas e filmes?

decidi então escrever esta mensagem, na qual procuro responder esta questão à luz da palavra de Deus e aqueles que forem sensíveis ao Espírito Santo, certamente encontrará a resposta para esta pergunta.
Vivemos no tempo da graça, dias nos quais o Espírito de Deus está sobre a igreja, edificando as vidas e concedendo-lhes discernimento para agirem em conformidade com a vontade de Deus em todos os aspectos.  A vida santa e pura (“...santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor”. Hb 12.14) nos habilita a desfrutarmos de intimidade com Senhor e na renovação de nossa mente, comungando as mesmas idéias e princípios.  É o campo preparado para o agir do Espírito Santo que nos faz sentir a conveniência ou não de algumas ações.
É evidente que não encontraremos na Bíblia um versículo que aborde o tema, até mesmo, pela inexistência de tais situações. Paulo escrevendo aos irmãos de Corinto, disse: “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas”. (1Co 6.12) Aqui está a sabedoria do servo, ao deixar o Espírito Santo falar ao coração. A nossa escolha é pela licitude das obras, boas obras “mantendo exemplar o vosso procedimento no meio dos gentios, para que, naquilo que falam contra vós outros como de malfeitores, observando-vos em vossas boas obras, glorifiquem a Deus no dia da visitação”. . (1Pe 2:12)
Façamos uma reflexão:
Ouvir música secular edifica a vida? Muito pouco provável! Na verdade, as letras de tais músicas geralmente exploram temas como: erotismo, sexualidade, ilusões, espiritualidade, mentira, etc. mensagens que destoam dos princípios de Deus. Muitos artistas, falam abertamente de pactos celebrados com entidades, visando o sucesso. O servo de Deus não pode compactuar-se de forma alguma com o mundo. Há também a questão do testemunho. Será lícita esta prática? Jesus teria prazer em nelas?
Assistir Filmes e Novelas edifica a vida? As novelas exibidas em nossos dias são verdadeiros canais disseminadores de toda sorte de práticas contrária à Palavra de Deus. Uma escola que atenta diretamente contra a moral e os bons costumes. A Tônica é: sexo, adultério, fornicação, traição, mentira, inimizade, falsidade, espiritualidade, violência, etc.  É lícito o servo de Deus ocupar diariamente a sua mente com tanta imundícia? Jesus seria um assíduo telespectador de novelas? Quanto aos filmes, é preciso ter o bom senso de assistir apenas aquilo que não traga dano à nossa comunhão com o Senhor. É comum nas telas, o errado tornar-se certo e o certo em errado, por exemplo, inúmeros filmes trazem personagens declaradamente maus, bandidos, assassinos, etc. que arrebatam a aprovação e até mesmo, o desejo de vê-los se dar bem. É o compactuar com as obras das trevas. É licito tal diversão? Jesus ocuparia o seu tempo assistindo filmes abertamente contrários aos princípios de Deus?
Irmãos é preciso aprender a analisar e avaliar tudo que tem acesso à vida e que enche a mente, seja através dos olhos e ou dos ouvidos. Se a tua mente está cheia de letras de música mundanas e cenas de novelas e filmes a tendência lógica é a pratica de tais ensinamentos. O Senhor Jesus nos alertou quanto a isto, veja: “Porque a boca fala do que está cheio o coração”.  (Mt 12.34). É preciso humildade e santidade para reconhecer esta verdade e guerrear contra a carne, sujeitando-a totalmente a Deus. O viver precisa ser um testemunho vivo da glória de Deus. “Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus”. (Mt 5:16)
A vida do homem, não pertence a Ele mesmo, sim a Deus, que o santifica e o transforma em morada do Espírito Santo (“Será que vocês não sabem que o corpo de vocês é o templo do Espírito Santo, que vive em vocês e lhes foi dado por Deus? Vocês não pertencem a vocês mesmos, mas a Deus”. 1Co 6.19); É lícito encher esta morada santa com as coisas impuras deste mundo?  Deus chamou o homem e o separou para toda boa obra, para que nas suas ações Ele seja glorificado.
O que deve ocupar a mente do servo? 

“Irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso praticai; e o Deus da paz será convosco”.
 (Fp 4.8,9)  O homem segundo o coração de Deus observa os Seus princípios e sempre está com a porta da vida fechada para o diabo e suas más obras, que habilmente, entra pelos lares.
Afinal é pecado ouvir música secular, novelas e filmes? Após a leitura desta mensagem, tenho plena convicção que o Espírito Santo falou a teu coração e você sabe qual a resposta.
“Ao Rei eterno, imortal e invisível, o único Deus—a ele sejam dadas a honra e a glória, para todo o sempre! Amém!” (1Tm 1.17)

Pr Elias R. de Oliveira


http://www.vivos.com.br/204.htm

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

SANTIDADE AO SENHOR




Algumas vezes é necessário sermos lembrados de coisas que já sabemos.

Vida de Santidade e Testemunho – são “Inegociável” na nossa vida
I Pedro 1 – 15 e 16
Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver;
Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.
Atos 1:8
Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samária, e até os confins da terra.

Como e quando percebo meu nível de Santidade com Deus?
ü      Quando estou a sós.
Quem eu sou quando ninguém vê?

Nossas atitudes podem gerar vida ou morte, o que temos gerado?

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Isaías 61

“O espírito do Senhor Deus está sobre mim; porque o Senhor me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos; A apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes; A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do Senhor, para que ele seja glorificado. E edificarão os lugares antigamente assolados, e restaurarão os anteriormente destruídos, e renovarão as cidades assoladas, destruídas de geração em geração. (…) Em lugar da vossa vergonha tereis dupla honra; e em lugar da afronta exultareis na vossa parte; por isso na sua terra possuirão o dobro, e terão perpétua alegria” … Isaías 61

A MÚSICA QUE EDIFICA

Pesquisar este blog