quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Nunca tropeçar





Não é a primeira vez que esta visão é
estimulada na Palavra de Deus. O apóstolo Paulo
também enaltece a vocação cristã como parâmetro
para uma vida consistente. Paulo é mais enfático
ao descrever as ações que compõem a vocação.
“ROGO-VOS, pois, eu, o preso do Senhor, que
andeis como é digno da vocação com que fostes
chamados. Com toda a humildade e mansidão, com
longanimidade, suportando-vos uns aos outros em
amor, procurando guardar a unidade do Espírito
pelo vínculo da paz” Ef. 4-1-3.
O ensinamento esta ligado diretamente ao
fruto do Espírito. “Mas o fruto do Espírito é: amor,
gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade,
fé, mansidão, temperança” Gl 5.22. Deus tem nos
chamado a viver manifestando o fruto, pois ele é
gerador de paz interior, fortalecimento e firmeza
na fé.
Veja que ambos os homens de Deus dizem que
necessitamos agir como vocacionados, Pedro diz
“procurai fazer cada vez mais firme a vossa
vocação”, Paulo diz “viver de modo digno da
vocação”. O alerta constitui um padrão na vida
cristã, ou seja, sua vida dever estar debaixo desta
proposta, pois é santa e nos leva a ter condições de
prosperar como servos de Deus.
A melhor maneira de agradar a Deus, ainda é
andar em fidelidade e firmeza. Sendo assim, se
você deseja viver de forma digna e não tropeçar na
vida cristã busque de todo o coração ter uma vida
repleta do fruto do Espírito.
Que você seja abençoado e viva de forma
digna.

A MÚSICA QUE EDIFICA

Pesquisar este blog