domingo, 29 de agosto de 2010

TROQUEMOS A MURMURAÇÃO, POR AÇÃO DE GRAÇAS.



Filipenses  2:
12 Assim, meus queridos amigos, vocês me obedeceram quando eu estava aí.
Porém, agora é muito mais necessário que me obedeçam, enquanto eu estiver ausente. Continuem trabalhando com respeito e temor a Deus para completarem a salvação de vocês.
13 Porque Deus está agindo sempre em vocês para que obedeçam à vontade dele, tanto no pensamento como nas ações.
14 Façam tudo sem queixas ou discussões
15 para que não tenham nenhuma falha ou mancha.  Sejam filhos de Deus, sem culpas, vivendo num mundo de gente pecadora e perdida. No meio dessa gente vocês devem brilhar como as estrelas no céu

Amados, quantas vezes murmuramos, reclamamos, se está frio, se está calor, se chove ou faz sol, se temos onde ir, ou se não, com nosso corpo, com nosso cabelo...se temos um compromisso na igreja, ou mesmo em casa, ou com amigos, trabalho, enfim até sem motivos, muitas vezes.

Um exemplo bem comum, ensaio de louvor.... daí falamos assim:
- Nossa ensaio hoje??
Pois eu te digo o seguinte, melhor nem ir meus amados, pois seu louvor não vai agradar o coração do Senhor.
 - Nossa hoje tem oração, vou ter que ir??
Melhor você nem ir, pois em vão será sua oração.
- Segunda–feira, tanto trabalho, quanto pepino para resolver, problemas que parecem não acabar.
Já posso até imaginar esse dia como será.

Murmurar significa: queixar-se, lastimar-se, falar mal, apontar falta, fazer mau juízo de alguém ou de alguma coisa.
- O perfil do murmurador é o perfil de uma pessoa sem fé, altamente insegura.
- Uma pessoa cheia de dúvidas vai murmurar em qualquer situação. Uma pessoa cheia de fé vai louvar o Senhor em qualquer situação.

Juntos vamos ver o que Deus acha de tanta reclamação e murmuração, mas isso na palavra de Deus.

A jornada do povo de Israel, do Egito a Canaã, várias vezes foi marcada pela murmuração, prova de rebeldia e incredulidade nacional contra a provisão e os planos de Deus.
Toda a murmuração, no final é contra Deus…

Nm 11:1 “Depois o povo tornou-se queixoso, falando o que era mau aos ouvidos do Senhor; e quando o Senhor o ouviu, acendeu-se a sua ira; o fogo do Senhor irrompeu entre eles, e devorou as extremidades do arraial”.
Nm 14:1-12 Então toda a congregação levantou a voz e gritou; e o povo chorou naquela noite. E todos os filhos de Israel murmuraram contra Moisés e Arão; e toda a congregação lhes disse: Antes tivéssemos morrido na terra do Egito, ou tivéssemos morrido neste deserto! Por que nos traz o Senhor a esta terra para cairmos à espada? Nossas mulheres e nossos pequeninos serão por presa. Não nos seria melhor voltarmos para o Egito? E diziam uns aos outros: Constituamos um por chefe o voltemos para o Egito. Então Moisés e Arão caíram com os rostos por terra perante toda a assembléia da congregação dos filhos de Israel. E Josué, filho de Num, e Calebe, filho de Jefoné, que eram dos que espiaram a terra, rasgaram as suas vestes; e falaram a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo: A terra, pela qual passamos para a espiar, é terra muitíssimo boa. Se o Senhor se agradar de nós, então nos introduzirá nesta terra e no-la dará; terra que mana leite e mel. Tão somente não sejais rebeldes contra o Senhor, e não temais o povo desta terra, porquanto são eles nosso pão. Retirou-se deles a sua defesa, e o Senhor está conosco; não os temais. Mas toda a congregação disse que fossem apedrejados. Nisso a glória do Senhor apareceu na tenda da revelação a todos os filhos de Israel. Disse então o Senhor a Moisés: Até quando me desprezará este povo e até quando não crerá em mim, apesar de todos os sinais que tenho feito no meio dele? Com pestilência o ferirei, e o rejeitarei; e farei de ti uma nação maior e mais forte do que ele.
 
Nm 14:26-30 Depois disse o Senhor a Moisés e Arão: Até quando sofrerei esta má congregação, que murmura contra mim? Tenho ouvido as murmurações dos filhos de Israel, que eles fazem contra mim. Dize-lhes: Pela minha vida, diz o Senhor, certamente conforme o que vos ouvi falar, assim vos hei de fazer: neste deserto cairão os vossos cadáveres; nenhum de todos vós que fostes contados, segundo toda a vossa conta, de vinte anos para cima, que contra mim murmurastes, certamente nenhum de vós entrará na terra a respeito da qual jurei que vos faria habitar nela, salvo Calebe, filho de Jefoné, e Josué, filho de Num.
Por causa da murmuração toda uma geração não entrou na terra prometida… (cf. Sl 106:25,26; 1 Co 10:10).

Murmuração…
- Atrai a ira de Deus…
- Desanima a liderança…
- Paralisa o povo…

TROQUEMOS A MURMURAÇÃO, PELA AÇÃO DE GRAÇAS.

Fp 2:14-16 Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas; para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus imaculados no meio de uma geração corrupta e perversa, entre a qual resplandeceis como luminares no mundo, retendo a palavra da vida; para que no dia de Cristo eu tenha motivo de gloriar-me de que não foi em vão que corri nem em vão que trabalhei.

DIANTE DOS OBSTÁCULOS E DOS DESAFIOS, SIGAMOS ADIANTE CONFIANTES NA PROVISÃO E NOS PLANOS DE DEUS.


Nancy (pesquisa em vários sites)

A MÚSICA QUE EDIFICA

Pesquisar este blog