quinta-feira, 8 de julho de 2010

A CONTAMINAÇÃO QUE VEM PELOS OLHOS



Salmos 101:3 - Não porei coisa má diante dos meus olhos. Odeio a obra daqueles que se desviam; não se me pegará a mim.
Com certeza os nossos olhos são uma grande porta de contaminação da nossa vida, muitas das coisas que olhamos com nossos olhos estão indo direto para o nosso coração e na verdade nossos olhos podem ter uma grande tendência a buscar aquilo de que o nosso coração estiver cheio! A bíblia diz que a nossa boca fala daquilo que o nosso coração está cheio, se é de maldade também teremos palavras maldosas, se é assassínio também nossas palavras serão de violência e assim o coração é revelado pela nossa boca. Mas com os olhos segue-se algo semelhante, nossos olhos buscam aquilo de que o nosso coração estiver cheio, eles correm atrás, andam inquietos, buscando preencher o nosso ser com delícias carnais. Não é a toa que João disse sobre a concupiscência dos olhos, a concupiscência da carne e a soberba da vida, não devemos amar estas coisas, pois elas são do mundo e não do Pai e irão passar !

Se pegarmos uns exemplos claros, alguém que no seu coração ama carros com certeza vai virar o pescoço todas as vezes que passar um carro que lhe agrada, seus olhos irão ficar inquietos, e irão despertar toda sorte de maus desejos, cobiça, inveja, ganância, amor ao dinheiro. Se alguém no seu coração tem amor por futebol, sempre que passar em frente duma televisão com um jogo seus olhos irão ficar inquietos, e ele irá parar para olhar aquilo que está lhe agradando, dali saem palavrões, disputas, contendas. Se alguém tem um desejo adúltero no seu coração, como disse Jesus olhos maus, seus olhos ficarão inquietos, perambulando, vagando, correndo atrás de satisfazer seu coração adúltero, o olhos ficarão procurando objetos de cobiça, de desejo, de imundícia. Se alguém ama roupas, celulares, sapatos, chapéus, comidas, seus olhos ficarão inquietos procurando sempre estas coisas!

Oh Deus, quantas vezes nos dias de hoje nossos olhos não tem sido maus, tem estado fixados somente nas coisas desta terra, temos olhos inquietos, olhos sem paz, olhos ofensivos, que não sossegam um minuto, que não buscam a paz, que não buscam a face de Deus!

Imagine a seguinte cena, um jovem está andando por uma movimentada avenida de uma grande cidade, passam diversos tipos de carros, importados, sports, luxuosos, na sua direção passam mulheres vestidas de forma indecente, de forma provocativa, de forma sensual, nas vitrines das lojas aparelhos modernos de celulares, computadores de última geração, monitores modernos, roupas de grife, sapatos caros e jogado ao chão ali perto um homem rasgando um saco de lixo e buscando ali algo que pudesse ser sua refeição. Onde estariam os seus olhos, nos carros que passam, nas vitrines das lojas de passam, nas pessoas que passam ou na alma de um ser humano que não passa, que é eterna? O que nossos olhos tem buscado?

Eu me assusto com a cegueira espiritual que atingimos, quando pregamos contra o adulterio esperamos que as pessoas parem de assistir programas que defendam e estimulem este tipo de prática, quando pregamos contra a mentira esperamos que as pessoas por si só parem de assistir conteúdo que faça piadas com a mentira, quando pregamos contra a imoralidade esperamos que as pessoas parem de buscar coisas imorais, quando pregamos contra a violência esperamos que as pessoas parem de jogar jogos de video-game violentos, mas Satanás cegou os entendimentos dos incrédulos para que mesmo ouvindo não venham a praticar a palavra, ele sempre diz a mesma coisa, isso não tem nada a ver e nesse nada a ver Jesus é colocado para fora das nossas vidas, cada vez ficamos mais mornos e acostumados com o pecado e então nossas pregações não produzem mais arrependimento e fé e sim sonolência espiritual !

2 Coríntios 5:7 Porque andamos por fé, e não por vista.

1 João 2:15 Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.

"Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas." (Ap 3:18)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A MÚSICA QUE EDIFICA

Pesquisar este blog