sábado, 21 de agosto de 2010

A carga é leve.


Parece que há, ao contrário do que se pensa, uma preocupação grande da parte de Deus contra a colocação de uma carga demasiadamente pesada sobre os ombros do homem. Deus certamente deseja aliviar o peso para que possamos caminha melhor. Veja como:

1-  Deus deseja cuidar do nosso hoje e do nosso futuro.
         Quando Jesus desaconselha terminantemente a preocupação com o dia de amanhã. Ele quer nos poupar da soma de preocupações de hoje com a de amanhã. (Mt 6.34). O mesmo faz o salmista quando ordena: “confia no Senhor”, “Entrega o teu caminho ao Senhor”, “Descansa no Senhor” e “Espera no Senhor” (Sl 37.3.5.7e 34). O mesmo faz Paulo quando investe contra a ansiedade: “Não vos inquieteis com nada, mas apresentai a Deus todas as vossas necessidades pela oração e pela suplica, em ação de graças. Então a Paz de Deus, que exerce toda a compreensão, guardará os vossos corações e pensamentos, em Cristo Jesus”. (Fp 4.6-7).

2-  Deus deseja aliviar o fardo pela força da graça. (bens imerecidos).
         Jesus é contra o legalismo. Ele denunciou corajosamente os escribas e fariseus de seu tempo, que “amarram fardos pesados e põem nas costas dos outros”. (Mt 23.4). Os fariseus faziam acusações duras, apontavam erros, criavam metas de santidade impossíveis. A política de Jesus era diferente: “Os deveres que exijo de vocês são fáceis, e a carga que ponho sobre vocês e leve” (Mt 11.30 BLH). João confirma que, uma vez em Cristo, “os seus mandamentos não são difíceis de obedecer” (I Jô 5.3 BLH). O Espírito Santo não coloca carga sobre nós. Deus tem usado de misericórdia em todos os momentos. Desta forma Deus tem agido, ele deseja nos ver aliviados de tudo que nos leva ao cansaço, tais com pecados, amarguras e tantas outras coisas que funcionam como um peso extra em nossas vidas. Se livre disto viva pela graça, confie no amor de Deus. Deus não é um olho de acusação, mas sim uma mão que te ampara.

Conclusão: Deus deseja nos livrar da tentação.
         Para evitar uma sobrecarga insuportável, até a força da tentação passa pelo controle dos céus: “Deus não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar”. Além do mais, no momento preciso da tentação. “Ele lhes providenciará um escape, para que a possam suportar” (I Co 10.13, NVI)
         Seja nossa resposta ao Senhor, uma vida de devoção a ele, pois assim viveremos suas bênçãos e estaremos sempre com ele.
Extraído. “Devocionais para todas as estações”. (ajustes Pr. Alberto Inácio)


IGREJA METODISTA SAP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A MÚSICA QUE EDIFICA

Pesquisar este blog