terça-feira, 6 de março de 2012

Culto Perigoso!



Uma das maiores insistências dos religiosos é que os seus amigos freqüentem uma Igreja. Muitos cristãos são até mesmo impertinentes com seus colegas, convidando-os para visitarem sua Igreja. Sem dúvida, ir à Igreja e cultuar a Deus é uma idéia muito boa. Afinal, não custa nada gastarmos um tempo para dizer obrigado a Deus por tantas bênçãos. Apesar disso, nem todo mundo pode imaginar que cultuar a Deus pode se tornar algo muito perigoso.
Em Genesis 4 encontramos uma história que ilustra essa realidade. Caim e Abel foram prestar um culto a Deus. Como Caim ofereceu um culto inadequado, Deus rejeitou a oferta trazida por ele. Diante disso, Caim foi tomado de inveja e acabou matando seu irmão Abel. Quem diria! O primeiro assassinato da história começou num culto! Poderia a Igreja se transformar no lugar mais perigoso do mundo? Parece que sim!
Uma olhada atenta em Genesis 4 nos revelará que Caim ofereceu “qualquer coisa” para Deus, enquanto Abel escolheu o melhor. A atitude de Caim foi o início de uma queda livre na direção do pecado e da morte. Desprezando a Deus, ele o considerou alguém comum e trouxe-lhe uma oferta comum. Depois, dominado pela inveja, atacou seu irmão e o matou. E apesar da insistente graça divina que buscou Caim tantas vezes, sua atitude foi sempre de justiça própria e de rebelião. Caim torna-se o retrato de qual terrível e falsa pode ser a religião.
Quando olhamos com atenção para a história de Caim, vemos que os piores problemas da sua vida começaram muito pequenos. Por isso, devemos ter muito cuidado. É assustador, mas é verdade: o primeiro homicídio da história teve início num culto feito de qualquer jeito! Peçamos a Deus que nos livre de erro tão fatal!
Pão Diário

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A MÚSICA QUE EDIFICA

Pesquisar este blog