quinta-feira, 5 de abril de 2012

O SENTIDO DA PÁSCOA: DA MORTE PARA A VIDA


EMERSON PUGSLEY

         Estamos em uma das épocas do ano mais bonitas. Respiramos o ar do outono, o qual vai tornando-se mais frio a cada dia. Também começamos a pensar na Páscoa e na importância que damos ou não para ela, como fatos bíblicos.
         Enquanto isto, milhares de adultos e crianças, transformam esta data em um verdadeiro banquete de guloseimas e chocolates variados, com diferentes sabores, tamanhos, embalagens e cores. É o mundo consumista vivendo uma falsa páscoa.
         Não estou dizendo que não podemos viver esta fase saboreando derivados do cacau, mas não tornando unicamente isto este período. Precisamos ir além.
         Então faço a seguinte pergunta – Onde está Jesus nesta festividade?
         Para alguns, continua pregado em um crucifixo e pendurado na parede. É Jesus que não ressuscitou ainda. Para outros, deve ser homenageado com um culto, relembrando seus últimos momentos, antes da morte. E para muitos, passa completamente desapercebido.
         Muito triste, mas é pura realidade, não darmos espaço para o homem Jesus em nossos corações, o qual não poupa esforços para nos fortalecer diariamente e deu sua própria vida em benefício de nós.
         E então deixo mais uma questão – Qual o significado de ressurreição para você?
         Com certeza, temos sempre uma resposta pronta na ponta da língua. Várias pessoas podem dizer é “voltar a viver”, mas não compreendem de fato o que é isto. Outros céticos, vão dizer que não acreditam em tal evento, que é besteira ficar pensando nestas coisas.
         Mas este é o momento de nós seres humanos imperfeitos, pecadores, sujos pela maldade, violência, falsidade, incredulidade, corrupção e mentira, pararmos um momento para valorizarmos o que Jesus representa para mim, para você e para toda a humanidade, nos quatro cantos do planeta.
         Agora imagine a cena, parece até um filme de terror, um homem sendo humilhado, maltratado, machucado, mutilado. Pense em pregos grandes e pontiagudos penetrando em seus pés e pulsos, uma cruz pesada sustentando as suas costas e uma grande maioria de homens e mulheres somente observando a situação. O contraste da vida e da morte ao mesmo tempo.
         Como você reagiria se estivesse pendurado no lugar de Jesus?
         Aceitaria tudo calado ou gritaria vinganças a todos aqueles maldosos de plantão? Jesus aguentou tudo sem blasfemar. Morreu para salvar sua vida, limpando os pecados.
         E onde você está nesta situação? O que tem feito para Ele através de suas ações e palavras?
         Páscoa é vida. Não de um coelhinho branco ou de chocolate, mas de lutas e de sangue derramado em favor de nós mesmos.
         Como está escrito no livro de João, em seu capítulo 10, versículo 10, “eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”. É esta vida que precisamos colocar em prática cristã, através da comunhão com os nossos irmãos e familiares, da solidariedade e amor ao próximo.
         Concluindo esta reflexão, posso dizer, que viver a páscoa de Cristo, é concretizar a felicidade em nossos corações, até o glorioso dia, em que veremos Jesus face a face, para uma vida eterna de alegrias ou sofrimentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A MÚSICA QUE EDIFICA

Pesquisar este blog