domingo, 18 de julho de 2010

Efésios 4

1 - Rogo-vos, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados,

2 - com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,

3 - procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz:

4 - há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação;

5 - um só Senhor, uma só fé, um só batismo;

6 - um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos, e em todos.

7 - Mas a graça foi dada a cada um de nós segundo a medida do dom de Cristo.

8 - Pelo que diz: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro e deu dons aos homens.

9 - Ora, isto -- ele subiu -- que é, senão que também, antes, tinha descido às partes mais baixas da terra?

10 - Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas.

11 - E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,

12 - querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo,

13 - até que todos cheguemos à unidade da fé e ao conhecimento do Filho de Deus, a varão perfeito, à medida da estatura completa de Cristo,

14 - para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo vento de doutrina, pelo engano dos homens que, com astúcia, enganam fraudulosamente.

15 - Antes, seguindo a verdade em caridade, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo,

16 - do qual todo o corpo, bem ajustado e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor.

17 - E digo isto e testifico no Senhor, para que não andeis mais como andam também os outros gentios, na vaidade do seu sentido,

18 - entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus, pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração,

19 - os quais, havendo perdido todo o sentimento, se entregaram à dissolução, para, com avidez, cometerem toda impureza.

20 - Mas vós não aprendestes assim a Cristo,

21 - se é que o tendes ouvido e nele fostes ensinados, como está a verdade em Jesus,

22 - que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano,

23 - e vos renoveis no espírito do vosso sentido,

24 - e vos revistais do novo homem, que, segundo Deus, é criado em verdadeira justiça e santidade.

25 - Pelo que deixai a mentira e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros.
Não minta. Fale a verdade para seu próximo.

26 - Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.

27 - Não deis lugar ao diabo.

28 - Aquele que furtava não furte mais; antes, trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade.
Não roube; trabalhe bastante de forma que você terá algo para dar aqueles que estão em necessidade.

29 - Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.
"Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação."

30 - E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o Dia da redenção.

31 - Toda amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmias, e toda malícia seja tirada de entre vós.

32 - Antes, sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.
Um bom conselho sobre ser amável aos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A MÚSICA QUE EDIFICA

Pesquisar este blog